Bem vindo ao Site Islam Brasil - O Islam no Brasil - Últimos Artigos: Capítulo 103, Al-Asr (O Tempo) - Capítulo 110, An-Nasr (A Ajuda) - Capítulo 102, At-Takathur (A cobiça) - Capítulo 98, Al-Bayyinah (A evidência clara) - Capítulo 90, Al-Balad (A Cidade) - Perguntas sobre a Outra Vida - Capítulo 36 , Ya Sin (Ya Sin) - Capítulo 3, Versículos 78-80: Crenças imperfeitas - Capítulo 2, Versículo 177: O versículo da virtude - Capítulo 2, Versículos 165 - 167: O maior pecado e como ser salvo - A Assembleia Diária do Profeta (parte 2 de 2) - A Assembleia Diária do Profeta (parte 1 de 2) - Capítulo 17, Al-Isra (A Viagem Noturna) (parte 2 de 2) - Capítulo 17, Al-Isra (A Viagem Noturna) (parte 1 de 2) - Capítulo 5, Al-Maidah (A Mesa Servida) (Parte 3 de 3) -
Este site tem por objetivo divulgar o Islam, seguindo a Ahlus Sunnah wal Jama'a (Seguidores da Sunnah e a Comunidade), o Islam em sua mais pura forma, o Islam que foi ensinado pelo nosso querido Profeta Muhammad (s.a.w.s) e seguido pelos seus Nobres Companheiros (Sahaba).


Converter-se ao Islam
Se alguem tem o desejo de se tornar um Muculmano, basta pronunciar a “Shahada” saiba mais


Como praticar a Oração
Saiba como praticar a oração, a ablução, recitação do alcorão em árabe e o horário da salat. saiba mais


Profeta Mohammad
...,Não percas as descrições do seu caráter, (Que é) completo em todos os respeitos, saiba mais


Livros Islâmicos
Acesse a nossa biblioteca virtual onde você pode baixar livros islâmicos para leitura. saiba mais


Jesus, Profeta do Islam
Jesus é Muçulmano? Saiba tudo o que o Alcorão fala sobre Jesus, o Filho de Maria. saiba mais


O Islam no Brasil
O Islam esteve presente e
influente no Brasil desde o
início de sua história e
continua hoje... saiba mais


Convertidos ao Islam
Conheça a a história de brasileiros que se converteram ao islam... saiba mais


Perguntas e Respostas
Sinta-se à vontade para tirar todas suas dúvidas referente ao islam, alcorão saiba mais
Estudiosos Cristãos Reconhecem Contradições na Bíblia (parte 5 de 7)
  Clique aqui para retornar às Categorias de Artigos
Descrição: Algumas traduções mais recentes da Bíblia estão agora começando a mencionar as contradições e dúvidas das passagens.
Por Misha’al ibn Abdullah (retirado do livro: What Did Jesus Really Say?(O que Jesus Realmente Disse?
Publicado em 06 Sep 2010 - Última modificação em 05 Sep 2010
Visualizado: 617 (média diária: 14) - Classificação: 1 de 5 - Classificado por: 4
Impresso: 12 - Enviado por email: 0 - Comentado em: 0

Categoria: Artigos > Religião Comparada > A Bíblia

Bem, de onde todas essas Bíblias vêm e por que a dificuldade em definir qual é realmente a palavra “inspirada” de Deus? Elas vêm de “manuscritos antigos” (também conhecidos como MSS).  O mundo cristão hoje apresenta um excesso de 24.000 “manuscritos antigos” da Bíblia todos datando do século quatro depois de Cristo (mas não da época de Cristo ou dos apóstolos).  Em outras palavras, temos conosco evangelhos que datam do século em que os trinitaristas assumiram o controle da Igreja Cristã.  Todos os manuscritos anteriores a esse período estranhamente pereceram.  Todas as Bíblias em existência hoje são compiladas desses “manuscritos antigos”. Qualquer estudioso da Bíblia nos dirá que não existem dois manuscritos exatamente idênticos.

As pessoas hoje geralmente acreditam de só existe UMA Bíblia e UMA versão de qualquer verso da Bíblia.  Isso está longe de ser verdade.  Todas as Bíblias em nossas mãos hoje (como a do Rei Jaime, NVI, etc.) são o resultado de um extenso recortar e colar desses vários manuscritos sem nenhum deles atuando como a referência definitiva.  São casos incontáveis em que um parágrafo aparece em um “manuscrito antigo”, mas não aparece em muitos outros.  Por exemplo, Marcos 16: 8-20 (doze versos inteiros) não aparece nos manuscritos mais antigos disponíveis hoje (como o manuscrito sinaítico, o Vaticano 1209 e a versão armênia), mas aparece em “manuscritos antigos” mais recentes. Também existem muitos casos documentados em que até as localizações geográficas são completamente diferentes de um manuscrito antigo para outro.  Por exemplo, no “manuscrito pentateuco samaritano”, o Deuteronômio 27:4 fala de “monte Gerizim”, enquanto que o “manuscrito hebreu” o mesmo verso fala de “monte Ebal.” De Deuteronômio 27: 12-13 podemos ver que esses são dois locais totalmente diferentes.  Da mesma forma, Lucas 4:44 em alguns “manuscritos antigos” menciona “sinagogas da Judéia”, enquanto que em outros menciona “sinagogas da Galiléia.” Essas são apenas amostras. Seria necessário um livro para uma lista abrangente.

Existem inúmeros exemplos na Bíblia em que versos de natureza questionável são incluídos no texto sem qualquer aviso ao leitor de que muitos estudiosos e tradutores fazem sérias reservas em relação às suas autenticidades.  A Bíblia do Rei Jaime (também conhecida como “Versão Autorizada”), a única nas mãos da maioria da Cristandade hoje, é uma das mais notórias a esse respeito.  Não dá ao leitor nenhuma pista quanto à natureza questionável desses versos.  Entretanto, traduções mais recentes da Bíblia estão agora começando a ser um pouco mais honestas e acessíveis a esse respeito.  Por exemplo, a Nova Versão Revisada da Bíblia, da Oxford Press, adotou um sistema extremamente sutil de colocação de parênteses duplos ([[ ]]) nos exemplos mais evidentes desses versos questionáveis.   É altamente improvável que o leitor casual perceba a verdadeira função desses parênteses.  Estão lá para dizer ao leitor informado que os versos marcados são de uma natureza altamente questionável.  Alguns exemplos são a história da “mulher tomada em adultério” em João 8:1-11, Marcos 16:9-20 (ressurreição e retorno de Jesus) e Lucas 23:34 (que, muito interessantemente, está lá para confirmar a profecia de Isaías 53:12)... e assim por diante.

Por exemplo, com relação a João 8:1-11, os comentadores dessa Bíblia dizem em letras muito pequenas no rodapé:

“As autoridades mais antigas não têm 7.53-8.11; outras autoridades acrescentam a passagem depois de 7.36 ou depois de 21.25 ou depois de Lucas 21.38 com variações de texto; algumas marcam o texto como duvidoso.”

Com relação a Marcos 16:9-20, nos é dada, estranhamente, a escolha de como gostaríamos que o Evangelho de Marcos terminasse.  Os comentadores forneceram um “final curto” e um “final longo”. Então, nos é dada uma escolha do que preferimos que seja a “palavra inspirada de Deus.”  Mais uma vez, no fim desse evangelho em letras muito pequenas, os comentadores dizem:

“Algumas das autoridades mais antigas terminam o livro no fim do verso 8. Uma autoridade conclui o livro com um final mais curto; outras incluem o final mais curto e então continuam com os versos 9-20. Na maioria das autoridades, os versos 9-20 seguem imediatamente o verso 8, embora em algumas dessas autoridades a passagem esteja marcada como duvidosa.”

O Comentário de Peake sobre a Bíblia registra:

“Agora é geralmente aceito que 9-20 não são uma parte original de Marcos.  Não são encontrados nos MSS mais antigos e, de fato, aparentemente não estavam nas cópias usadas por Mateus e Lucas.  Um manuscrito armênio do século 10 atribui a passagem a Aristion, o presbítero mencionado por Papias (ap. Eus. HE III, xxxix, 15).

“De fato, uma tradução armênia de São Marcos foi descoberta muito recentemente, na qual os últimos doze versos de São Marcos são atribuídos a Aristion, conhecido como um dos primeiros dos fundadores da Igreja Cristã; e é muito possível que essa tradição esteja correta.”

“Our Bible and the Ancient Manuscripts,” (“Nossa Bíblia e os Manuscritos Antigos”), F. Kenyon, Eyre and Spottiswoode, pp. 7-8

Nesse ponto esses versos estão destacados como tendo sido narrados de forma diferente em diferentes “autoridades”. Por exemplo, é dito pelos comentadores que o verso 14 teve as seguintes palavras acrescentadas em algumas “autoridades antigas”:

“e se justificaram dizendo ‘Essa época sem lei e descrente está sob Satanás, que não permite que a verdade e o poder de Deus prevaleçam sobre as coisas impuras dos espíritos.  Assim, revelem sua retidão agora” falaram para Cristo e Cristo lhes respondeu “O termo dos anos do poder de Satanás foi cumprido, mas outras coisas terríveis se aproximam.  E por aqueles que pecaram fui entregue para a morte, para que possam retornar à verdade e não pequem mais, para que possam herdar a glória espiritual e imperecível da virtude que está no paraíso.”

veja a materia original em:  http://www.islamreligion.com/pt/articles/2625/

bullet.gif Enviado por admin em 19/10/2010 ·1501 Leituras · Imprimir · ·

Hierarquia do Artigo:
Artigos Religião Comparada Estudiosos Cristãos Reconhecem Contradições na Bíblia (parte 5 de 7)


Navegação de Artigos:

<< Artigo Anterior || Próximo Artigo >>
Compartilhar esse Artigo:
Url
BBCode
HTML


Ouça o Alcorão
Agora você já pode escutar em nosso site "O Nobre Alcorão e seus Significados em Português"saiba mais


Leia o Alcorão
Agora além de poder ouvir a
bela recitação do Alcorão,
você também pode ler o Alcorão Sagrado. saiba mais


Du'as - Súplicas
Aprenda como recitar de maneira correta os du'as (suplicas) em arabe, saiba mais


Riadhus-Salihin
Já está disponível gratuitamente para baixar em nosso site o Livro Riadhus-Salihin. saiba mais


Civilização Islâmica
Dentro de poucos anos do crescimento do Islam no mundo, grandes civilizações floresceram saiba mais


A Mulher no Islam
Na época em que o Mundo estava envolvido em trevas, e entregue a ignorância, a revelação... saiba mais


As Relações Íntimas
Conheça a Visão Islâmica sobre as Relações Íntimas e a Sexualidade em geral. saiba mais


Divulga Islam
Somos um grupo de muçulmanos brasileiros que trabalha com a divulgação do islam saiba mais
     
 

É necessário utilizar o Firefox para este site

Site Islam Brasil - O Islam no Brasil © 2009-2018

Powered by PHP-Fusion copyright © 2002 - 2018 by Nick Jones.
Released as free software without warranties under GNU Affero GPL v3

Os materiais postados neste site não refletem necessariamente as visões do Grupo Divulga Islam, o qual não reivindica responsabilidade sobre os artigos contidos neste site, sendo os mesmos de responsabilidade dos seus escritores.

site desenvolvido por www.wsdbrasil.com.br

 
voltar ao topo